Imagem responsiva

Telefone48-3533-0186

Facebook Instagram

Campanha da Fraternidade 2018

Sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Querido povo, mais uma vez estamos vivenciando o período da quaresma, tempo rico em espiritualidade que se expressa na oração, no jejum, na penitencia e na caridade. A campanha da fraternidade vem para nos ajudar a por em prática o santo evangelho de forma concreta.

Esse ano o tema é: fraternidade e superação da violência e o lema: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8). É um grande desafio para a nossa fé porque a violência atinge toda a sociedade brasileira em múltiplas esferas, o caminho para superar a violência é a fraternidade, a união para construir a cultura da paz.

O cartaz, mostrando um grupo de pessoas de diferentes idades, em circulo, se dando as mãos, nos mostra que a superação da violência só será possível a partir da união de todos, para combater a cultura da violência e resgatar uma cultura de tolerância de paz.

A violência é um mal que jamais será vencido enquanto houver nas pessoas o desejo de vingança, porque violência gera violência. Precisamos busca resgatar o sentido da fraternidade dos povos, pois somos todos irmãos e irmãs, filhos do mesmo Pai. Por isso, iluminados pelo Evangelho, somos chamados à não violência porque somos todos irmãos.

O objetivo da Campanha é “construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho da superação da violência”.

Como nos mostra os objetivos específicos do texto base, precisamos anunciar a Boa-Nova da fraternidade e da paz, estimulando ações concretas que expressem a conversão e a reconciliação; analisar as múltiplas formas de violência, considerando suas causas e consequências na sociedade brasileira; identificar o alcance da violência, nas realidades urbana e rural, propondo caminhos de superação, a partir do diálogo, da misericórdia e da justiça, em sintonia com o ensino da Doutrina Social da Igreja; valorizar a família e a escola como espaços de convivência fraterna, de educação para a paz e de testemunho do amor e do perdão; identificar, acompanhar e reivindicar políticas públicas para a superação da desigualdade social e da violência; estimular as comunidades cristãs, pastorais, associações religiosas e movimentos sociais e eclesiais ao compromisso com ações que levem à superação da violência; apoiar os centros de direitos humanos, comissões de justiça e paz, conselhos paritários de direitos e organização da sociedade civil que trabalham para a superação da violência.

A Quaresma é um tempo forte de penitência e deve nos levar a uma mudança de vida, e assim, nos inserir mais no mistério de Cristo. Nesse período, a CF 2018 é um instrumento à disposição das comunidades de boa vontade para refletir e superar a violência vivendo como irmãos. Todo cristão verdadeiro deve buscar sua conversão e estar disposto a ajudar a superar essa onda crescente de violência.

Oração
Deus e Pai, nós vos louvamos pelo vosso infinito amor e vos agradecemos por ter enviado Jesus, o Filho amado, nosso irmão. Ele veio trazer paz e fraternidade à terra e, cheio de ternura e compaixão, sempre viveu relações repletas de perdão e misericórdia. Derrama sobre nós o Espírito Santo, para que, com o coração convertido, acolhamos o projeto de Jesus e sejamos construtores de uma sociedade justa e sem violência, para que, no mundo inteiro, cresça o vosso Reino de liberdade, verdade e de paz. Amém!

Que tenhamos todos uma santa quaresma com muitos frutos caridade, penitencia, jejum e oração; e uma campanha da fraternidade bem produtiva com mais paz e menos violência.

Deus abençoe a todos.

Palavra do Padre
Mês dedicado às missões e aos missionários e missionárias

O mês de outubro é o mês dedicado às missões e aos missionários e missionárias. O objetivo é animar o espírito missionário em todo o povo, especialmente nas lideranças das nossas comunidades. Ser uma Igreja missionária é ser uma Igreja em saída, como nos diz o papa Francisco. Não existe obra missionária sem que aja […]

Leia Mais